Jump to content

NEW VIDEO: 5 Tips to Avoid Gaming This Summer

Volpe

[PT] Este não é um RPG

Recommended Posts

Olá, bem-vindo, resolvi fazer o diário aqui para ter um feedback, o que pode me manter mais consistente. Eu já tenho meu próprio diário (Captain's Log), em papel, que eu prefiro. Criei-o para que meus dias não passassem em vão, para que eu fizesse um acompanhamento para Escola de Comunidade (Comunhão e Libertação), e para perceber algumas coisas com minha psicóloga. Acontece que eu não tenho consistência em escrever nele. Muitas vezes chego cansado em casa, quero logo dormir, então minei a minha regularidade. Hoje voltei a escrever nele, e escrevi muita coisa, coisas pessoais também, que por enquanto não vou partilhar na internet. O plano tem que mudar, para que eu tenha maior regularidade. Então, vou tentar escrever todo dia nele, em papel. Enquanto isso, postarei aqui semanalmente, no mínimo, e o fato de estar aqui pode me animar um pouco. Espero que seja de ajuda a alguém além de mim. Se você entende português, por favor, leia e responda. Tentarei em tempos traduzir parte dele para o inglês, mas se já tiver bastante gente acompanhando, melhor.

Dia 1

Contarei este como meu "Dia 1", apesar de não ter tido queda em questão de games. Estou mais determinado em fazer o detox.

Ontem visitei minha namorada e cheguei a jogar menos de dois minutos com ela para tentar ajudá-la a encontrar um local em minecraft. Isso aconteceu antes de termos uma conversa pesada, que no caso nada tinha a ver com a atitude, mas que mudou o clima da minha vida. Passamos por uma crise de relacionamente, estamos discernindo se devemos ou não continuar. Ela não sente mais o mesmo mas eu me preocupo verdadeiramente com ela. E todas as minhas metas de vida estavam direcionadas a ela: Estudava pensando em ter um bom emprego para casar com ela, tentava melhorar certos comportamentos para me tornar, junto com ela, um pai melhor, trabalhava para juntar dinheiro para nossos planos... Mas ela deixou de olhar para esse lado. O trabalho a sufoca com a alta jornada de trabalho e ela já não olha mais para o horizonte, já não sabe se quer casar, viver com uma pessoa e olhar para o futuro. Ela se acomodou sem desejos, sem pensar, sem perguntar, sem metas. Colocou metas pequenas, comprar um celular novo, uns jogos de wii... Nós não terminamos. Estamos ainda pensando. Mas com dor que eu faço isso.

Nessa situação, fiquei revoltado e caí no meu vício mais perigoso: Pornografia e masturbação. Taquei o dane-se e fiz isso ontem e hoje, perdi minha vontade, estraguei o cérebro com minha dopamina de novo, deformando-o, entoperci a capacidade de amar. Passei hoje o dia numa lentidão tamanha. Ao menos escrevi no diário físico. Estudei pouco, desmostivado. Socializei, sim, estive no centro acadêmico tentando resolver algumas questões enquanto a galera bebia. Eu realmente não estava no melhor lugar para estudar, mas foi pra lá que eu fui. Meu desafio na faculdade é esse, me empolgar com o que eu faço, me animar com os estudos. Eu realmente gosto de matemática. Mas não sei ainda o que eu quero fazer com isso, se estou no lugar certo e tudo mais.

É isso. Os próximos não devem ser tão grandes, eu imagino. Talvez eu escreva amanhã, talvez apenas semana que vem. Até.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 2

Mas que dia merdinha. Acordei atrasado para a aula de italiano, fiquei morgando. Nada de jogos, nada de pornô ou masturbação. Certo, certo, muito bom. MAS nada de mais nada também! Eu passei o dia com o computador. Saí de bicicleta para comprar pão e depois um isotônico e voltar. Só isso. Prova quarta-feira e eu joguei meu dia no lixo. Preciso de ajuda. Estou, no mínimo parcialmente viciado em internet.

internet_vicio.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinto muito pelo seu relacionamento, espero que as coisas mudem para melhor, independentemente do que isto queira dizer.

Bem vindo ao clube, cara!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinto muito pelo seu relacionamento, espero que as coisas mudem para melhor, independentemente do que isto queira dizer.

Bem vindo ao clube, cara!

Obrigado, Reno. Ainda vamos descobrir o melhor caminho. É o problema da vocação. A que sou chamado a fazer, na vida? A resposta, eu que encontro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 3

Dia de igreja, e apesar de manhã improdutiva, foi bom, pelas pessoas que encontrei. Ajudei um pouco com um churrasco comunitário, à tarde li alguns documentos eclesiais e à noite conversei bastante com um novo amigo. O dia em geral é bom, mas ainda reflete a minha dificuldade de largar celular e computador. Diferente de jogos, não posso simplesmente me desligar completamente deles: Uso o whatsapp para resolver várias coisas, farei divulgação de eventos no facebook, whatsapp também serve para pegar carona, pdf's didáticos me esperam no computador... Por aí vai. Talvez algo parecido com o aplicativo usado no Tom's Journal seja útil, apesar de eu não achar bom controlar tanto assim minha, e tão sinteticamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 6

Dia atípico, hoje eu tinha prova. Batalhei muito, estudei muito na segunda e na terça, e isso me deixou bem satisfeito, eu fui dormir esses dias realizado, tendo feito minha parte. Acabei chegando em casa tarde e cansado e não toquei no fórum. Segui uma recomendação de ficar mais tempo na faculdade, focando em estudar lá. Fiz hoje a prova de Análise, e, independente de ter ido bem ou mal (consegui dissertar sobre todas as questões e uma dentre quatro acertei 100% com certeza), fiz com coragem e sem estar perdido. Me ocupar, saber ligar as estratégias para me tornar produtivo e focado me ajudam também a não cair nas tentações, não buscar escapismos, mesmo que no fim do dia eu fique duas ou três horas "à toa", porque eu sei que eu fiz minha parte e mereço o descanso. Agora, hora de buscar regularidade.

Vida pessoal: A situação com minha namorada ainda segue complicada, sem eu ter confiança nos sentimentos dela. Ela disse que o problema é dela, e vou ver se em tempos isso se resolve.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigo, obrigado por la oportunidad de aprender portugués :)

Fico feliz que tenho sido de ajuda!

--

Dia 9

It's been a hard day's night... Hoje eu consegui acordar a tempo, o que vai continuar por todos os sábados, fui para a aula de italiano, vamos organizar um telejornal encenado, voltei em casa para almoçar e fui visitar minha namorada. Nossa, tá muito difícil com ela. Levei chocolate e uma carta para ela. Faz duas horas que saí de lá e ainda não sei se ela leu. Ficamos um tempão (ela que foi decidindo) assistindo clipes no youtube, o que me incomodou muito, depois tentamos conversar um pouco. Falei dessa situação toda, disse que estou nessa por ela, posso sofrer um pouco, por amor. Ela disse que não sabe se eu deveria continuar namorando ela. Três anos e nove meses... Saí de lá, ainda estamos namorando. Eu estou com uma dor no coração por isso, mas ainda tenho esperança, era um amor muito verdadeiro. Depois de voltar pra casa, fiquei mexendo no Facebook. Este dia realmente está difícil. São 10 da noite aqui.

 

Edit: Ela leu, disse que era bem lindo o que eu disse, que está mal e confusa. Ela está se sentindo culpada, e não é essa a minha intenção. Isso dói.

Edited by puckspock
Liguei pra minha namorada nesse fim de dia

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 14

Essa semana tenho parado pouco, cansando muito, e não tenho podido avaliar tão bem. Sei que tenho pensado mais em jogos, cheguei a imaginar a possibilidade de depois pegar algum jogo para celular, mas o compromisso com o detox está mantido, e quero poder viver os benefícios de deixar isso para trás. Tenho chegado em casa muito tarde, ficando mais tempo na faculdade para estudar, mas nem sempre surte o efeito esperado. Entrei em uma contagem regressiva importante: Terei, no fim do semestre, 5 provas em 7 dias, provas muito importantes, que junto com uma prova do início do mês de Agosto definirão o que farei no próximo ano. Tenho 21 dias até a semana decisiva. Estou um pouco ansioso, mas em urgência. O esforço atual não tem sido suficiente para colocar a matéria em dia. Encontrei minha namorada hoje enquanto voltávamos para casa, cada um de sua jornada difícil. Andei com ela por uns 300 metros, pude segurar sua cintura, ter sua companhia, para alguns sorrisos. Foi um encontro de 5 minutos no meio da corrida rotina que me fez feliz, me fez bem. Diferente de tantas outras vezes. Menina, você foi meu oásis.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 15

Dia interessante. Além de estudos que deram certo a as aulas de hoje, encontrei amigas que me ajudam bastante com minha vida. "Eu tenho um caminho? Eu tenho um desejo?" Consegui fazer uma pequena aula de Python e agora preciso preparar o trabalho de italiano. Estou animado, jogos são um problema distante.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 22

Ainda vai dar meio-dia por aqui, mas preciso me manifestar: Está difícil me controlar em relação a qualquer coisa nesse momento. Coloquei no papel tudo o que eu preciso estudar e... É muito, é demais. E só começar está muito complicado, cheguei a começar a estudar, mas não ia lugar algum. Coisas legais aconteceram esses dias, mas ontem e hoje estou tentando dar um passo necessário e não saio do lugar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia de merda, quase caí nas falhas, não estudei NADA, e gastei minhas horas de forma inútil. Os problemas da vida parecem muito maiores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 23

Dia ruim de novo. E agora tenho uma sequência de três dias em que eu não estou dando certo. Eu quase vi pornografia, cheguei a procurar fotos quentes (sem nudez), também nesses dias tenho dando mais espaço para armadilhas que podem levar a masturbação. Além disso, tive algumas vontades de jogar, e cheguei a ver vídeos de trailer e gameplay de dois jogos. Mas a maior parte do tempo minha perda de tempo foi com outras coisas. Páginas de humor do facebook, fórum na internet (de esporte que leio demais) e ouvir músicas. Nada de estudo. Nada de ver minha namorada. Nada de ir jogar bola ou ir à festa junina. Nada de fazer nenhuma das coisas que eu gostaria de fazer, e isso é um problema grande. Tenho muito o que estudar. E amanhã meu planejamento era estudar apenas 2 horas para poder me dedicar ao resto da vida. Não sei o que eu quero.

Estou instalando o Rescue Time agora. Me parece uma solução bem inadequada, pois eu não uso só um computador, e meu celular, Windows, não tem o aplicativo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 26

A partir do domingo eu voltei a me forçar para os trilhos. Ontem e hoje consegui me esforçar bastante nos estudos. Faltam 9 dias para as provas começarem. Tempo de muita tensão, foco do total, apesar de todos os compromissos e coisas para fazer. Basta que eu me mantenha de olho nos objetivos para que eu consiga, nesses dias de muitos afazeres, evitar qualquer queda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 1

Eu falhei. Em tudo. Na sexta-feira as coisas derrocaram, joguei meus avanços para o espaço. Estou contando a partir de hoje. Percebo ainda mais que a falta de controle minha é sempre a mesma. Se vejo nudez, me masturbo, se me masturbo, jogo, e vice-versa.

Hoje será um bom dia, comemoraremos aniversário de minha vó. Infelizmente, terei pela minha frente 3 dias para recuperar todo o estudo. Será corrido, difícil, e talvez não seja possível fazer o suficiente para passar nas disciplinas e continuar tranquilo no mestrado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou considerando não continuar esse tópico, pela falta de feedback. É um pouco solitário aqui. Então, continuaria apenas em inglês. Caso, porém, alguém esteja interessado em acompanhar o diário em português, mesmo que não venha a interagir depois, me avise em uma única mensagem ou postagem. O problema não é não ter respostas, e sim não ter qualquer pessoa lendo, não sendo útil para ninguém.

Dia 5

Hoje eu fico em casa para estudar. Tenho provas importantes semana que vem e amanhã posso ter um dia pesado de aulas. Vou começar a dar monitoria. Isso será ótimo, pois tenho visto que tenho um amor e talvez até um dom de ensino. O foco agora é estudar para as provas de análise. Minha disciplina em relação a isso tem sido péssima, infelizmente. Hoje é o centésimo dia sem acessar a Steam, e isso é ótimo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 8/2/2017 at 10:54 AM, puckspock said:

Estou considerando não continuar esse tópico, pela falta de feedback. É um pouco solitário aqui. Então, continuaria apenas em inglês. Caso, porém, alguém esteja interessado em acompanhar o diário em português, mesmo que não venha a interagir depois, me avise em uma única mensagem ou postagem. O problema não é não ter respostas, e sim não ter qualquer pessoa lendo, não sendo útil para ninguém.

Dia 5

Hoje eu fico em casa para estudar. Tenho provas importantes semana que vem e amanhã posso ter um dia pesado de aulas. Vou começar a dar monitoria. Isso será ótimo, pois tenho visto que tenho um amor e talvez até um dom de ensino. O foco agora é estudar para as provas de análise. Minha disciplina em relação a isso tem sido péssima, infelizmente. Hoje é o centésimo dia sem acessar a Steam, e isso é ótimo.

Continue por favor. Pelo que entendi você tem um vício em pornografia/masturbação e jogos correto? e quando cai em um fica fácil cair em outro?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Espero que você esteja bem cara @puckspock! Já faz um tempo que tu postou, vi que tu tava achando tudo muito solitário, mas a comunidade tá crescendo e vai vir coisa boa pra cá! Conteúdo em português pra que a gente tenha mais suporte. Se tiver por ai e quiser conversar tamo junto! 🙂

Cheguei agora na comunidade e eu consegui a minha libertação não por aqui, consegui através de terapia e muito esforço pessoal, tenho certeza que posso ajudar em várias coisas, só não desiste cara, todos nós somos apenas bebês, independente se temos 18,35 ou 50 anos ainda tem muito caminho a frente!
Abraço tmj!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou de volta. Depois de mais dois anos, não achava que tinha passado tanto tempo. Seguindo um conselho da minha psicóloga, na época, desisti de largar os games. A luta pelo NoFap continuou, e estou na estaca zero novamente. Mas esse mês de abril me fez voltar. Vou contar aqui um pouco da minha vida pessoal para contextualizar a situação, e também para dizer por que resolvi voltar aos planos de largar os jogos.

Primeira coisa a dizer é que o meu namoro acabou, em agosto de 2017. E o término foi importante pro meu crescimento, e também porque aquele namoro não daria um bom casamento no andar da carruagem. Desde então, tô livre, meninas (brincadeira, não tô procurando isso aqui). Por outro lado, vieram desafios da vida de solteiro. Repensar os objetivos da vida, replanejar muitas coisas, definir prioridades, e voltar ao problema da vocação: Para quê estou aqui? Também dificuldades vieram, com solidão e carência. Lutar contra a pornografia e a masturbação, porém, não ficou tão mais difícil. Esse ano, eu tive um mês inteiro de fevereiro limpo. Mas eu passei a dedicar muito mais tempo aos jogos, por não ter uma outra pessoa sob minha responsabilidade. Claro, isso não é desculpa.

Atualmente, estou com uma dissertação para fazer. Comecei o mestrado em matemática em março de 2017, e não fui um bom aluno no geral. De qualquer forma, completei as disciplinas que eu tinha que fazer e aprendi uma ou duas habilidades interessantes. Só que eu só comecei a escrever a dissertação em março desse ano. O prazo é até agosto desse ano, mas o dinheiro que consegui juntar está lentamente acabando, e não estou conseguindo renda nenhuma agora, pois o foco deve ser todo na dissertação. Então, o quanto antes, melhor. O fim do mês de março e o começo do mês de abril foram ótimos, eu realmente escrevi bastante depois de um longo tempo de desânimo estático. Mas em meados desse mês, eu parei de vez, algumas dificuldades surgiram e não conseguia mais ânimo para avançar.

E por que voltei aqui? Porque enquanto escrevi nada mais que dois parágrafos nas últimas duas semanas, eu joguei bastante, e voltei a me masturbar com uma frequência vergonhosa. Instalei três emuladores no meu celular e instalei um emulador de um console que eu sempre quis no computador (foi impressionante pra mim conseguir rodar os jogos que eu queria com tamanha qualidade ali). Voltei a jogar jogos de uma série que eu jogo desde que eu tinha cinco anos de idade, à qual tenho muita afeição, pois me dá nostalgia, e eu gosto muito de nostalgia. É difícil dizer que nunca mais vou jogar jogos dessa franquia, mas o momento pede um afastamento dos jogos, e eu comecei a jogar vários jogos dessa franquia ao mesmo tempo.

Também comecei a criar no Simplenote (um concorrente do Evernote) uma lista de jogos que eu gostaria de jogar. A lista cresceu muito esse mês. Eu fui a um site que dá mais ou menos quanto tempo leva para zerar cada jogo, e peguei as informações de alguns dos jogos. O total de horas, da parte que eu consultei, seria de 1152 horas. Só que eu consultei menos da metade, então chuto aí um total de 2500 horas que eu estaria planejando desperdiçar na minha vida. Eu não sou nenhum primor de gamer, então provavelmente gastaria mais até. Mas são mais de 100 dias, se fizer a conta. Bom, acabei de deletar essa lista e mais outras nove listas relacionadas a jogos. Em seguida, desinstalei os jogos e emuladores do celular e principalmente deletei os save states. Sim, fica aqui a minha dica: Se a sua decisão é tirar os jogos da sua vida de vez (ou pelo menos por uns bons anos), livre-se de todo progresso que você adquiriu nos jogos. A probabilidade de você retomar um jogo que já está bem encaminhado, do zero, é bem menor se você parar pra pensar que terá que refazer muitas coisas (possivelmente chatas). Eu mantive apenas um aplicativo de puzzles no celular (sudoku, campo minado e afins)

Isso é difícil. Enquanto tomo essas atitudes, penso o seguinte: Não é uma decisão completamente necessária. Seria possível viver melhor equilibrando uma vida de jogos e tal. Mas eu não tenho essa força, e hoje sou fraco. E eu não quero adicionar mais uma dificuldade, mais um obstáculo para a minha vida, não quero jogar no modo hard. É uma escolha que estou fazendo. E sei que é possível viver sem jogar, então não é uma decisão da qual eu me arrependeria profundamente. Hipoteticamente, sim, se eu fosse voltar a jogar, lamentaria os saves perdidos, mas saberia que foi algo forte que me motivou a isso. Mas eu me permito errar por excesso quando o objetivo é melhorar a minha vida de um modo geral.

Outro ponto difícil será evitar trilhas sonoras de jogos. Eu gosto muito de ouvir trilhas sonoras de jogos, inclusive para estudar, mas por outro lado elas acabam me levando para os jogos. Muitos jogos eu descobri e passei a jogar depois de ouvir suas músicas. Ao menos por ora, vou evitar. Poderia ser um gatilho para jogar, afinal de contas.

Isso é o que tenho até hoje. Vou escrever na próxima publicação, para não ficar muito longo, como foi realmente o dia hoje. Aliás, já ficou muito longo, mas foram dois anos que se passaram, né?

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 2/15/2019 at 2:20 AM, GColls said:

Espero que você esteja bem cara @puckspock! Já faz um tempo que tu postou, vi que tu tava achando tudo muito solitário, mas a comunidade tá crescendo e vai vir coisa boa pra cá! Conteúdo em português pra que a gente tenha mais suporte. Se tiver por ai e quiser conversar tamo junto! 🙂

Cheguei agora na comunidade e eu consegui a minha libertação não por aqui, consegui através de terapia e muito esforço pessoal, tenho certeza que posso ajudar em várias coisas, só não desiste cara, todos nós somos apenas bebês, independente se temos 18,35 ou 50 anos ainda tem muito caminho a frente!
Abraço tmj!

Obrigado, @GColls! Espero que a partilha aqui venha a ser útil. Não vou escrever todo dia, mas vou marca presença vez ou outra por aqui. O motivo pelo qual voltei a acessar esse fórum é descrito abaixo.

Dia 0

Esse é o dia 0 porque é uma dia sujo, mas já hoje comecei a tomar as providências. Porém, não desde de manhã. Fiquei em casa, por estar muito gripado, e com um único objetivo, o mesmo dos últimos dois meses da minha vida: Escrever parte da dissertação. E eu não fiz isso, não fiz nada. Já acordei mal intencionado, então manchei o nofap e noporn bastante hoje. E eu intercalo com jogos. Fujo de uma coisa pra outra, e pra internet em geral. Entro num ciclo de mais de um vício, o que me prende com mais força. Passei mais de duas horas jogando hoje. Essa semana que passou foram mais de 20 horas, e na anterior foram 14 só no celular. Conversando sobre isso com uma amiga, fiz o diagnóstico de que os jogos eram parte do problema. Mas o que me fez prestar atenção a isso, e contabilizar as horas (consultando o aplicativo Stay Focused que uso no celular), foi algo que fiz apenas depois de ver esse vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=kEP1fZXie70

É um vídeo em inglês de um cara cujo nickname é hobedaga (aliás, olha ele aqui: @Hobedaga - thank you and wait for the English version of this post) e que tava contando como foi o vício dele em videogames. Eu sempre joguei, mas nunca caí de cabeça num mmo e nem tenho tantas horas como muitos outros falam. Mas a quantidade de tempo que eu gastava com jogos era muito maior do que a quantidade de tempo que eu gastava jogando, por conta de vídeos, wikis e toda sorte de coisas. Ouvindo o relato dele e de como ele vislumbrava algo melhor depois dos games me fez dar importância para a possibilidade de largar os jogos por um tempo. As atitudes drásticas contra os jogos me ajudariam também a deixar de lado a pornografia e a masturbação, e me dedicar ao que é minha responsabilidade.

Amanhã, depois de quase duas semanas, encontrarei meu orientador novamente. Pouco trabalho foi feito, e eu espero pelo pior ao encontrá-lo. Ele fala na cara quando precisa, e meio que eu estava fugindo disso, por conta da minha procrastinação. Mas será bom encontrá-lo, vai me tirar um pouco do comodismo.

Além disso, estou apaixonado por uma garota que conheci recentemente, e quero me portar diante dela como alguém que não seja fracassado. Foi ruim conversar com ela e ter que dizer que eu estava sem fazer nada de útil, enquanto ela corre atrás das coisas e parece ser uma pessoa que luta muito bem pelos seus sonhos. Toda essa situação dos meus "vícios" e da falta de empenho me afastou um pouco dela, pois eu já não queria puxar conversa. Espero que daqui pra frente, uma mudança de atitude me dê força para, quem sabe, construir uma história ao lado dela.

Tenho muitas coisas para fazer, mas pouca autoconfiança. Ainda assim, alguma atitude estou tomando para sair do ciclo que me prendia. E com isso, não cair mais nos escapismos dos jogos e do PM.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 1

Hoje terminei de deletar meus saves e roms. Talvez ainda haja algum arquivo na nuvem da Steam, mas como eu também jogava bastante fora dela, não vou me preocupar com isso mais. A ideia de parar de jogar de vez me pareceu um pouco doida ao longo do dia, mas me lembrei que essa é uma aposta para que a minha vida melhore.

Aliás, essa aposta não está sozinha. Também inspirado pelo hobedaga, resolvi incluir um combate ao vício da internet (ou do louco web browsing). Então, são três as coisas que desejo evitar a partir de agora, e que estarão juntas no meu detox:

  • Video-games
  • PM (pornografia e masturbação)
  • Acessar a internet fora da minha zona de controle

Por que uma zona de controle? Porque eu preciso usar a internet, o navegador e tudo mais, como todos nós estamos usando aqui, inclusive. Então, eu me restringirei a: Buscas que envolvam coisas que eu preciso saber, placares dos times que eu acompanho, 20 minutos diários de twitter (por enquanto tenho mantido para restringir um pouco minha atualização por notícias, mas vou tentar diminuir o tempo de uso depois), LinkedIn (eu devia usar mais) e WhatsApp. O importante será apenas buscar quando é realmente necessário: Quando preciso de uma informação, quando estou fazendo pesquisa acadêmica ou quando me pedem para fazer a pesquisa. Quero tornar um hábito esse freio no uso da internet.

Sobre o dia, no mais, fui encontrar o meu orientador, foi bom e agora estou colocando a vida nos eixos. Hora de planejar as ações dos próximos dias para ver se a dissertação fica pronta em duas semanas. Estou seguindo o GTD (Getting Things Done) com algumas modificações como método de gestão pessoal. Nessa minha recaída do mês de abril, eu deixei de usar a técnica, mas me ajudou bastante enquanto usei e será minha ferramente novamente.

Não vou traduzir o texto para o Captain's Log, pois há muito trabalho a fazer agora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente, dia de falha, que começou errado por minha preguiça: Eu não defini bem a rotina a seguir, como abrir o dia e enrolei por tempo demais as minhas tarefas. Primeiro, já joguei pro algo a minha restrição à internet, perdi muito tempo e depois todo o resto caiu. No final das contas, eu joguei apenas dois minutos antes de dizer chega, mas já tava feita a merda: Eram 6 da noite e eu não tinha feito nada de útil, além de ter comido mal.

Começo novamente agora, mas tomando as precauções no geral. Atitudes são necessárias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 6

Já há quase uma semana estou fazendo esse afastamento. Uma coisa importante foi perceber que no fundo é um detox de 90 dias. Se eu quiser, depois desses 90 dias, posso voltar a jogar. Assim, fico menos chocado, é o que tem funcionado. Agora, vejo a vontade de jogar com maus olhos, é mais um sintoma de algo que me faz mal. Os dias tem sido melhores, tenho vivido melhor. E tenho trocado esse ambiente aqui por meu diário em papel. Vou manter contato sempre que oportuno.

Edited by puckspock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 10

Agora que já passou mais de uma semana, parece que nada vai parar esse detox. Pelo menos ir até o dia 30 parece tranquilo. A semana foi boa, produtiva. Ansiosa, barulhenta, mas feliz. Tenho conseguido cumprir com as tarefas, tenho usado GTD com alguns pingos de SCRUM e os aplicativos SaveMyTime, Thirty e Fabulous para ajudar com os hábitos (inclusive, SaveMyTime realmente está me tirando do celular e combatendo a procrastinação, o que é ótimo). A luta agora é contra qualquer procrastinação. Quero que meu tempo seja gasto com minha vida pessoal ou minha vida profissional, de verdade. Tive vez ou outra vontade de jogar (hoje foi uma dessas vezes), mas eu digo a mim mesmo que vou poder fazer isso depois do detox.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia 17

Mais uma semana se passou. E foi uma semana incrível. Difícil querer jogar quando há tanta coisa boa acontecendo. No máximo bate uma saudade de alguns aspectos dos jogos. Uma coisa, porém, que eu ainda faço (e que tenho certeza que está errada, mas é um hábito difícil de quebrar) é assistir vídeos de gameplay comentado (com um cara engraçado que me faz ainda assistir) e ouvir música de jogo. Ainda assim, sigo determinado com o Detox. As coisas boas que tem acontecido eu não quero perder, e não tenho tempo para jogos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...